Aminetu Haidar em Portugal

Terça-feira, 9 Novembro, 2010

A activista saharauí veio agradecer o apoio que lhe foi dado durante a greve de fome, de 32 dias, em Novembro de 2009, feita em protesto contra as autoridades marroquinas, que não a deixavam entrar no seu país. Regressava então dos EUA onde recebera o Prémio Robert F. Kennedy, atribuído a defensores dos direitos humanos. No dia 10 participará numa sessão pública, promovida pela Reitoria da Universidade de Lisboa, que terá lugar às 18h30 no Salão Nobre da Reitoria da Cidade Universitária. A homenagem tem ainda mais significado depois do massacre praticado por tropas marroquinas, ontem dia 8, num acampamento de saharauís que exigiam o reconhecimento dos seus direitos nacionais.






Deixe o seu Comentário