Aumentos nas FA custam 50 milhões de euros

Quinta-feira, 16 Setembro, 2010

O novo sistema retributivo das Forças Armadas, que entrou em vigor a 1 de Janeiro de 2010, mesmo após ter sido determinado o congelamento salarial na Função Pública, vai custar cerca de 50 milhões de euros (já incluído o aumento com as despesas de representação). Apesar de o novo regime não implicar um aumento salarial automático, as primeiras promoções arrastaram os restantes militares para novas posições remuneratórias, que se traduz num aumento médio de cerca de 6% nos vencimentos. Além das Forças Armadas, também a PSP e a GNR parece que não serão afectadas pelo congelamento de salários no sector do Estado.






Deixe o seu Comentário