Constâncio, ponta de lança

Quarta-feira, 25 Novembro, 2009

O governador do Banco de Portugal é um dos grandes responsáveis pela delapidação dos dinheiros públicos, quer pela sua incompetência (ou cumplicidade?) na fiscalização do sector financeiro (BPN, BPP, etc) quer, ainda, pelo chorudo ordenado que embolsa todos os meses. É este homem que, sem vergonha, vem agora afirmar que a médio prazo há que aumentar os impostos (provavelmente o IRS e o IVA) aconselhando, igualmente, os empresários a não aumentaram os salários dos trabalhadores mais do que 1 ou 1,5% e o governo a aumentar ainda menos do que isso os funcionários públicos.






Um Comentário a “Constâncio, ponta de lança”

  1. HEITOR DA SILVA disse:

    Ante posições como esta do Senhor Governador – e tantas outras de (i)responsáveis políticos deste nosso (?) país, direi apenas que o Marquês de Pombal com todo o seu despotismo do Direito Divino dos Reis, coraria de vergonha….
    Três (3) séculos passados é demasiado tempo em contraste com tão pouco contributo para o que deveria ser, no presente, uma sociedade justa.
    Uma sociedade preconizada por B.Brecht: “…onde o pão que os outros comem seja igual ao teu pão”.
    Pergunto: Adonde, pois, os sábios lusos de agora? Adonde, pois, os arautos dos conceitos de igualdade entre os homens?
    E ainda há quem se atreva a baptizar isto de DEMOCRACIA!…

Deixe o seu Comentário