Vinho roubado

Quinta-feira, 29 Janeiro, 2009

O embaixador israelita na Grécia enviou em Dezembro a Theodoros Pangalos, deputado grego, três garrafas de vinho de boas-festas. Pangalos devolveu-as dizendo: “Reparei que o vinho que me enviou foi produzido nos Montes Golã. Desde criança ensinaram-me a não roubar e a não aceitar coisas roubadas. Não posso, pois, aceitar o presente e tenho de devolvê-lo. O seu país ocupa ilegalmente os Montes Golã que pertencem à Síria, de acordo com a lei internacional. Espero que Israel encontre segurança dentro das suas fronteiras internacionalmente reconhecidas, mas também espero que o seu governo cesse de praticar a política de punição colectiva aplicada em escala maciça por Hitler e os seus exércitos”.






Um Comentário a “Vinho roubado”

  1. Thou shall not steal « Conspiração dos Iguais disse:

    […] Thou shall not steal Ir para os Comentários Ver o original no jornal Mudar de Vida. […]

Deixe o seu Comentário