A democracia deles

Terça-feira, 17 Junho, 2008

Com a vitória do Não na Irlanda, os defensores do Tratado de Lisboa, políticos e jornalistas de serviço, mostraram mais uma vez o seu conceito de democracia e aquilo de que são capazes para atingir os seus objectivos de classe. O Público de 15 de Junho assume-se inteiramente como porta-voz desta gente ao afirmar que “a Irlanda vai ter de decidir rapidamente se quer sair da União Europeia (…) ou se prefere voltar a submeter o texto aos eleitores mediante certos ajustamentos”. Esta é a posição expressa por dirigentes burgueses europeus como Sarkosy, Angela Merkel, Durão Barroso ou Cavaco Silva. Não passa pela cabeça da direcção do Público entender a legitimidade dos irlandeses dizerem Não.






Deixe o seu Comentário