Presa por interpelar o general

Sábado, 24 Maio, 2008

A activista estadunidense Toby Blome, do movimento Code Pink, foi presa por ter interpelado o general Petraeus durante uma audiência no Senado para o nomear como chefe do Comando Central. Toby, na assistência, desafiou o general a pôr termo imediato à guerra e à ocupação do Iraque. Por esta atitude, é julgada dia 23 no Tribunal Superior de Washington. Toby Blome já fora a julgamento, em finais de 2006, devido a um protesto em frente à residência do ex-secretário da Defesa, Donald Rumsfeld, mas perante uma não-decisão do júri o governo não prosseguiu com a acusação. Os activistas antiguerra na capital dos EUA mobilizam-se para apoiarem Toby no seu novo julgamento. (Indymedia)






Deixe o seu Comentário