Computador de esquerda, computador de direita

Domingo, 18 Maio, 2008

Agências noticiosas dos EUA e britânicas deram grande destaque às declarações do director-geral da Interpol, que teria confirmado a existência de laços secretos entre o presidente venezuelano Hugo Chávez e a guerrilha colombiana (FARC). Mas a Interpol diz exactamente o contrário: o computador com as supostas “provas”, apreendido a um dirigente das FARC, foi manipulado pelo exército colombiano, sendo impossível autenticar os documentos lá encontrados. Em contrapartida, um paramilitar colombiano foi extraditado da Colômbia para os EUA, e o seu testemunho silenciado. O seu computador tinha provas, essas sim autenticadas, de assassinatos, fraudes eleitorais, compra de deputados e governadores; e da implicação do presidente colombiano Álvaro Uribe, aliado dos EUA, nas acções dos paramilitares. (MV/VoltaireNet)






Deixe o seu Comentário