A fingir que há lei

Sábado, 12 Abril, 2008

Uma imigrante brasileira está detida no aeroporto da Portela à espera de ser expulsa só porque tentou legalizar-se, obtendo contrato de trabalho, fazendo descontos para a Segurança Social, etc. A pessoa em causa nada tem a assinalar no registo criminal. Mas tem um “detalhe”: foi expulsa pela mesma razão de Itália. Durante os vários meses em que ela esteve a descontar, o governo português não se preocupou; mas alguns e algumas têm de ser expulsos para fingir que a lei serve e é igual para todos. (JF / MV)






Deixe o seu Comentário