Chiapas, México

Solidariedade urgente com os presos políticos

João Bernardo - Terça-feira, 1 Abril, 2008

chiapas_mapa.gifAté há pouco havia 31 presos políticos em greve de fome nas cadeias do estado mexicano de Chiapas. (Ver uma Breve publicada em Março no site do Mudar de Vida.) Num golpe publicitário, o governo de Chiapas libertou 20 daqueles presos, e juntamente libertou também membros de milícias patronais culpados de massacres.

O governo pretende dividir os acusados de crimes políticos e enfraquecer os grevistas da fome, e argumenta que só continua detido quem se confessou culpado, fingindo assim ignorar as torturas com que a polícia obteve confissões.

Os presos em greve de fome decidiram continuar o movimento, embora já estejam sem se alimentar há mais de um mês e tenham a vida em perigo. Os seus familiares permanecem em plantão por prazo indefinido junto ao palácio do governo de Chiapas.

Os camaradas mexicanos convocam as organizações de esquerda de todo o mundo a manifestarem-se na próxima quinta-feira, dia 3 de Abril, em frente às embaixadas ou consulados do México, em solidariedade com os presos políticos de Chiapas. Os próprios presos pedem que em frente das representações diplomáticas ou consulares mexicanas sejam depositados caixões acompanhados por faixas dizendo “O governo mexicano quer-nos assim. Liberdade para os presos políticos”.Os nossos protestos podem evitar mais mortes.






Um Comentário a “Solidariedade urgente com os presos políticos”

  1. alex disse:

    Quando do levante em janeiro de 1994, campanhas internacionais de envios de faxes obtiveram bastante sucesso e contribuiram para pressionar as autoridades mexicanas num cessar-fogo.
    Faxes são especificamente estratégicos, pois existe todo um protocolo de recebimento, controle e notificação às autoridades superiores. Pode ser enviado individualmente, em nome de um grupo ou coletivo, com notas de repúdio à repressão.
    Porém, também são indispensáveis manifestações presenciais e outras formas de pressão política sobre as autoridades mexicanas, como as manifestações nas embaixadas ou que dêem visibilidade midiática.
    Em solidariedade aos nossos presos políticos, no México e no mundo!!

Deixe o seu Comentário