E a vida continua…

Domingo, 27 Janeiro, 2008

Em Espanha, um condutor que atropelou mortalmente um jovem de 17 anos pediu em tribunal, aos pais da vítima, uma indemnização de vinte mil euros pelos estragos que o corpo do rapaz causou no seu Audi e por ter tido de usar outro veículo enquanto o carro estava a arranjar. “Também sou vítima. O problema do rapaz já não tem remédio, mas o meu tem”, disse. A mãe da vítima chegou a pensar “que o pobre homem tinha de carregar com a morte do meu filho durante toda a sua vida”, mas isto, concluiu, “para mim foi a estocada final, uma grande punhalada”. Talvez o nosso Ministro da Saúde lhe possa explicar (como fez sobre as acusações da morte da criança em Anadia) que está a fazer um “aproveitamento ignóbil” da morte do filho






Deixe o seu Comentário