Expulsos sem direitos

Quarta-feira, 23 Janeiro, 2008

Seis dos 23 marroquinos detidos no Porto, apanhados quando desembarcaram na costa algarvia, a 15 de Dezembro, foram repatriados sem que a sua advogada tenha sido informada. Mais quatro serão expulsos nas próximas horas. A informação, divulgada pelos marroquinos que ainda se encontram presos ao deputado José Soeiro, foi confirmada pelo ministro da Administração Interna ao afirmar ser a expulsão a medida mais correcta. O crime foi quererem melhorar de vida na mitificada Europa e caírem nas malhas das redes de tráfico humano. “Não podemos ficar de braços cruzados a assistir a esta violação dos direitos das pessoas”, diz a Casa Viva em mensagem email, convidando as pessoas a aparecerem na sua sede (Pr. M. Pombal, 167 Porto) para tomarem posição sobre o caso. (MV/Casa Viva)






Deixe o seu Comentário