Revelações

Quarta-feira, 26 Dezembro, 2007

Garantindo que faria melhor que Sócrates, Luís Filipe Menezes disse ser capaz, em “meia dúzia de meses”, de “desmantelar de vez o enorme peso do Estado”, revelando o real sentido da “reforma” que atinge os serviços sociais e o emprego dos funcionários públicos. Dias depois, à boca cheia, reclamou para o PSD a administração da CGD, mostrando como se processa na esfera do poder a atribuição de altos cargos. Na ânsia de ganhar protagonismo e de dar lugares aos apoiantes, Menezes desboca-se. Continue – fica tudo mais claro.






Deixe o seu Comentário