Heitor da Silva, militante anticapitalista

Domingo, 4 Março, 2018

HeitorFaleceu aos 79 anos, em 21 de Agosto de 2017, no Hospital Beatriz Ângelo, em Loures, vítima de cancro, o companheiro Carlos Alberto Heitor da Silva.
No 25 de Abril de 1974, então empregado do Hotel Ritz, em Lisboa, participou empenhadamente na fundação da Comissão de Trabalhadores e nas reivindicações dos empregados da indústria hoteleira. Como já havia sido, em Santo António dos Cavaleiros, um dos grandes dinamizadores da Associação de Moradores local.
Posteriormente, aderiu ao Partido Revolucionário do Proletariado (PRP), estando envolvido nas diversas lutas então acompanhadas e desenvolvidas por este partido. Foi, e manteve-se sempre ao longo dos anos, um grande defensor do Poder Popular. Mais tarde, havia de participar nos Grupos Dinamizadores de Unidade Popular(GDUP´S). Mostrou sempre ser um militante empenhado, generoso e solidário.
Na sequência dos ataques desferidos pelo poder de então contra alguns militantes políticos de esquerda, foi preso com outros companheiros, acusados de assalto a um banco. Participou depois, em 1978, na célebre fuga da prisão de Vale de Judeus, partindo a seguir para o exílio no País Basco, onde esteve refugiado até ao início dos anos 90.
Mais tarde, colaborou com o Bloco de Esquerda, em Loures, e integrou o Colectivo Mudar de Vida, tendo participado activamente nas suas iniciativas e, enquanto lhe foi possível, na divulgação da edição impressa deste jornal.






Deixe o seu Comentário