Anjal: fábrica encerrada

Domingo, 16 Dezembro, 2007

Após terem suportado três meses de salários em atraso, 50 trabalhadoras da Anjal, fábrica de confecções de Mangualde, fizeram, no dia 14, um pré-aviso de greve a levar a cabo na próxima semana. Ao chegarem ao trabalho na manhã seguinte, já lá encontraram a GNR (como sempre ao lado dos patrões) e um aviso colado na porta declarando a fábrica encerrada. Assim vai a democracia em Portugal.






Deixe o seu Comentário