Repressão em Shenzhen

Quinta-feira, 6 Setembro, 2007

Milhares de trabalhadores, na maioria mulheres, de uma fábrica na cidade de Shenzhen, China, foram brutalmente reprimidos por centenas de polícias, durante uma greve de 10 dias contra as longas jornadas de trabalho, ameaças de despedimentos e suspeitas de encerramento da empesa. Pelo menos 100 trabalhadores foram detidos para interrogatório.
A fábrica de Baolishun, que já foi a maior fabricante de árvores de Natal de plástico do mundo, emprega cerca de 10 mil pessoas e é, actualmente, subsidiária do grupo norte-americano Carlyle .






Deixe o seu Comentário