Armas de urânio na agenda da ONU

Sexta-feira, 7 Dezembro, 2007

A Assembleia Geral das Nações Unidas adoptou ontem (ver nosso artigo com apelo do Tribunal-Iraque) uma resolução que exprime preocupação com os “efeitos do uso de armas e munições com urânio empobrecido” e decide incluir o tema na sua agenda de 2008. A resolução foi aprovada por 136 votos, contra 5 (EUA, Israel, Reino Unido, Holanda e República Checa) e 36 abstenções, entre estas a de Portugal. A França, que antes votara contra, não participou na votação. O governo de Sócrates ignorou, assim, as posições dos portugueses que lhe exigiam a modificação do sentido de voto. (Ver www.banthepleteduranium.org Texto da resolução: http://www.un.org)






Deixe o seu Comentário