Tapem-lhes a boca

Quinta-feira, 29 Novembro, 2007

As declarações do inspector-geral da Administração Interna (ver em baixo “Quando são eles a dizer”) incomodaram os adeptos do Estado musculado. Clemente Lima confirmou o que já se sabe: a polícia faz muita “exibição da pistola”. Os protestos mais curiosos foram os do presidente do PSD, que criticou o governo por “não ter mão” nos funcionários. Os factos denunciados pelo magistrado não merecem a atenção de Menezes, nem sequer para os tentar desmentir. Menezes ataca o governo por não tapar a boca aos funcionários do Estado por si nomeados. Veja-se, por este exemplo, o significado dos pactos que, sob a capa do interesse do Estado, estão a ser negociados entre PS e PSD para a justiça, a lei eleitoral, as obras públicas e o mais que se verá.






Deixe o seu Comentário