Greve na Renault Cacia

Domingo, 12 Abril, 2015

A greve de 24 horas na Renault Cacia, no primeiro dia de Abril, teve uma elevada adesão no sector produtivo, provocando a paragem da produção e tornando evidente a dimensão do repúdio pelo desrespeito com que a administração tem tratado as justas reivindicações de mais 25 euros nos salários, assim como o fim do abuso do trabalho precário. Nos primeiros dois turnos, o piquete de greve, constituído por cerca de 200 trabalhadores, deslocou-se em manifestação do acesso de serviço da fábrica até junto do edifício da administração, onde foram reafirmadas as suas exigências.
 Os trabalhadores condenaram a decisão da administração de actualizar os salários em 12 euros, tendo em conta que não tiveram aumento de salário em 2014, e sabendo-se que a fábrica de Cacia teve um volume de negócios, em 2013, de mais de 278 milhões de euros, assim como um resultado líquido positivo de mais de quatro milhões de euros.






Deixe o seu Comentário