“Enganaram-me”…

Sexta-feira, 23 Novembro, 2007

Durão Barroso, revelou que as informações sobre as armas de destruição em massa no Iraque “não corresponderam à verdade”. Deveria ser objecto, pelo menos, de uma audição parlamentar para se saber com rigor como e quem o enganou. Se foi a Administração Bush, ou outra fonte qualquer, deveriam ser tiradas consequências à altura da gravidade dos factos, visto que fazemos parte de uma aliança militar com os EUA: a Nato. Fosse Portugal um país sério e o Presidente da República, o Primeiro-Ministro e o Parlamento não admitiriam com passividade que o país tenha sido enganado ao mais alto nível sem extrair quaisquer conclusões. (RCS, Klepsýdra, adaptado)






Deixe o seu Comentário