Contra o Orçamento do Estado! Pela demissão do governo! Hoje, 18h00, São Bento, Lisboa

Segunda-feira, 15 Outubro, 2012

Enquanto o sistema de poder permanecer como está, seja qual for a fórmula governativa, novas medidas ditadas imperiosamente pela crise vão aparecer – encarregando-se de fazer crescer a revolta de massas.
É essa revolta que a esquerda tem de estimular.
O que há de novo na situação actual não é o fracasso das metas do governo nem as medidas recém-anunciadas – é a resposta maciça que lhes foi dada nas ruas. Foi isso que abriu a crise governativa. É isso que pode bloquear a política de austeridade.






Deixe o seu Comentário