Amadora: ameaça de despejo em massa

Segunda-feira, 23 Julho, 2012

Contra as demolições, pelo direito à habitação e extremamente preocupada com a situação dos moradores do Bairro de Santa Filomena (Amadora), a Habita – colectivo pelo Direito à Habitação e à Cidade – apresentou queixa contra as autoridades portuguesas a várias entidades internacionais. Este colectivo salienta que se trata de um bairro degradado construído por centenas de pessoas, maioritariamente famílias de trabalhadores/as imigrantes que ao longo de muitos anos trabalharam sobretudo na construção civil e nas limpezas, com salários extremamente baixos e sem estabilidade.
Agora, estando em situação ainda mais vulnerável, porque o trabalho escasseia e o desemprego sobe rapidamente, vêm-se também ameaçados de despejo em massa. A Habita responsabiliza por esta situação a Câmara da Amadora e o governo (através da Segurança Social e das forças policiais). Face a esta situação, apela à mobilização e à luta solidária com os moradores do Bairro de Santa Filomena.
O colectivo Habita propõe o envio de cartas ao presidente da Câmara da Amadora, Joaquim Raposo (gab.presidencia@cm-amadora.pt, geral@cm-amadora.pt) e aos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal (geral.am@cm-amadora.pt), exigindo a suspensão do processo até que se encontrem alternativas adequadas. Para mais informações contactar: Rita Silva (916419605), António Barata (914067219) ou André Carmo (938532684).






Deixe o seu Comentário