México

Novas detenções contra o movimento popular de Oaxaca

Oaxaca em Luta - Quarta-feira, 7 Novembro, 2007

Na manhã de 2 de Novembro, a Assembleia Popular dos Povos de Oaxaca (APPO) foi novamente reprimida. A acção policial ocorreu logo no início da manifestação que comemorava um ano da vitória contra a invasão da PFP (Polícia Federal Preventiva) na Cidade Universitária. Alguns manifestantes foram detidos quando elaboravam tapetes comemorativos e um altar às pessoas assassinadas durante a rebelião contra o governador.
A cidade foi invadida por um enorme efectivo repressivo, composto por diversas corporações policiais. Sem ordem judicial, a tropa de elite invadiu casas e deteve arbitrariamente. A APPO estima que pelo menos 45 pessoas foram detidas nessa manhã e ainda dois manifestantes foram hospitalizados. Em resposta à repressão, diversos grupos estão a pressionar a base de operações da polícia para exigir a libertação dos detidos.
A data de 2 de Novembro ficou marcada pela vitória popular da barricada de “5 Senhores” no ano passado. Após um dia inteiro de ataques da polícia, para tentar restabelecer o poder do governador Ulises Ruiz, a população conseguiu barrar a invasão da Cidade Universitária. A APPO exige a destituição do governador Ulises Ruiz, por crime de lesa humanidade, como pelas dezenas de desaparições de opositores e por um a série de assassinatos realizados pelos esquadrões da morte.
(oaxacaenpiedelucha.blogspot.com e midiaindependente.org)






Deixe o seu Comentário