Kabul Bank

Sábado, 9 Julho, 2011

Uma gigantesca fraude bancária ocorreu no Afeganistão. Sob a forma de empréstimos sem documentação, 850 milhões de dólares, de um total de mil milhões, do Kabul Bank, foram doados a accionistas que compraram 35 mansões no Dubai, acções em companhias de petróleo e centros comerciais. Beneficiários: os dirigentes do país, apoiados pelos EUA. A campanha eleitoral do presidente Karzai, um seu irmão e outras figuras gradas do poder foram os destinatários do dinheiro. Um dos responsáveis, Kalilulah Ferosi, aguarda calmamente o resultado das investigações num luxuoso hotel de Cabul. Outro, o governador do banco Abdul Fitrat, fugiu do país para lugar seguro: os EUA, onde obteve autorização de residência permanente.






Deixe o seu Comentário