FMI: os vampiros vêm em bandos

Sexta-feira, 8 Abril, 2011

Vêm em bandos e avançam sem pés de veludo, vêm sugar o sangue fresco e o sangue velho dos trabalhadores. São os dirigentes do FMI, da OCDE, da UE, do BCE, dos partidos políticos do patronato (PSD, PS e CDS), são a generalidade dos analistas dos média… que todos os dias nos listam um conjunto de itens ditos necessários para sair da “crise”: flexibilização das leis laborais, redução de salários e pensões, embaratecimento dos despedimentos, diminuição dos subsídios de desemprego, crescente entrega da saúde e da educação aos privados, subida dos impostos, privatização dos transportes públicos… Não podemos franquear-lhes as portas. Com os meios necessários, há que correr com todos estes bandos!






Deixe o seu Comentário