Ao menos isso, também

Sexta-feira, 24 Dezembro, 2010

Richard Holbrook, diplomata dos EUA, morreu de problema cardíaco. Evidenciou-se no conflito dos balcãs, nas negociações em que a União Europeia e os EUA promoveram o desmembramento da Jugoslávia (1995). A sua estirpe de canalha revelou-se em pleno em 1999 como portador de um ultimato a Belgrado para que a Sérvia retirasse do Kosovo e aceitasse a devassa do seu território pelas tropas da NATO. Meses antes, os EUA e o Reino Unido sabotaram as conversações de paz (Rambouillet, França) impondo sucessivamente aos sérvios condições inaceitáveis, mantidas secretas. Argumentando com a “recusa” sérvia, a NATO bombardeou a Jugoslávia. Holbrook era agora emissário de Obama no Afeganistão e Paquistão.






Deixe o seu Comentário