Unir todas as forças contra a cimeira da NATO

Apelo do Colectivo Mudar de Vida

Terça-feira, 2 Novembro, 2010

Como os nossos leitores sabem, o Mudar de Vida tem incentivado e divulgado as iniciativas de protesto contra a cimeira da NATO prevista para 19 e 20 de Novembro, em Lisboa.

Apoiou desde início as duas plataformas de acção que se formaram em final de 2009 e em inícios de 2010 – a Plataforma Anti Guerra Anti NATO (PAGAN) e a Campanha Paz Sim NATO Não (PSNN).

De acordo com a nossa posição anti-imperialista, consideramos que o movimento contra a cimeira de Novembro e contra a existência da própria NATO deverá ter larga participação popular e reunir todas as forças partidárias, sindicais e cívicas que vêem na dependência de Portugal face à Aliança Atlântica uma ameaça para o nosso povo e uma cumplicidade inaceitável nos crimes cometidos contra outros povos.

Perante isto, foi com preocupação que assistimos, desde final de Setembro, ao surgimento de divergências públicas entre aquelas duas plataformas em torno da manifestação marcada, por iniciativa da campanha PSNN, para 20 de Novembro.

Não podemos aceitar que um movimento que se quer de natureza unitária seja enfraquecido por atitudes que secundarizam a necessidade de reunir o maior consenso possível em torno do combate à NATO.

Por isso mesmo, demarcamo-nos dos termos como a PAGAN lançou, em final de Setembro, uma convocatória equívoca para a manifestação de 20 de Novembro – omitindo quem a promovia e distorcendo os seus objectivos – dando com isso origem a dúvidas acerca dos propósitos da dita convocatória.

Do mesmo modo, divergimos da precipitada reacção divulgada, dias depois, pela campanha PSNN, a qual não contribuiu para o esclarecimento da situação nem ajudou, por isso, ao reforço do apoio à manifestação.

Mantendo integralmente o apoio que sempre dedicou às acções contra a cimeira da NATO – venham de uma ou de outra das plataformas – o Colectivo Mudar de Vida apela à superação de divergências e à união de esforços para que todas as iniciativas programadas, nomeadamente a manifestação de 20 de Novembro, sejam expressão do repúdio pela NATO e pela sua política belicista.

O Colectivo Mudar de Vida
29 de Outubro de 2010






2 Comentários a “Unir todas as forças contra a cimeira da NATO”

  1. António José R da Costa disse:

    Porra.
    Nem contra a OTAN e o imperialismo nos conseguimos entender. Não estamos a ver o mais importante, nem o vamos descortinar, enquanto continuarmos centrados no próprio umbigo. O imperialismo e o capital em ofensiva e os que deviam construir plataformas de organização para lhe fazer frente persistem na auto-destruição.

  2. Gualter disse:

    Sobre esta questão escrevi um artigo no meu blogue, que sugiro como leitura: http://ingenea.gualter.net/?p=82

Deixe o seu Comentário