Um Verão em França

Sarkozy insiste na tecla que lhe garantiu a eleição: a segurança

François Pechereau - Quinta-feira, 5 Agosto, 2010

sarkozy.jpgA expulsão violenta dos «ocupas» de Courneuve, que está disponível em vídeo na internet (http://www.youtube.com/watch?v=9WxAYLNEQ3Y), é sintomática do que se passa neste momento em França. O vídeo mostra as famílias a serem retiradas, pela polícia, dos passeios onde se tinham instalado em protesto por terem sido expulsas das suas habitações situadas na Cité des 4000, em Courneuve. Estas imagens tornaram-se quase banais em França de há uns anos a esta parte, mas verifica-se uma “subida de tom” na acção do governo face a esta população e às questões que coloca.

Nas imagens, as famílias estão sentadas no passeio, mães com os filhos nos braços, homens atrás. Chega uma trintena de polícias de intervenção que, metodicamente e com maneiras agressivas, expulsam toda a gente, nem as crianças escapando aos abanões. O operador de câmara da associação DAL (Droit au Logement) está a filmar no local e se há algum tempo atrás a sua captação de imagens teria sido imediatamente impedida, agora pôde registá-las tranquilamente: maneira implícita de evidenciar um novo discurso de grande desinibição no que respeita ao uso da violência.

Em paralelo a esta expulsão, e a pretexto de um acidente banal (as violências de 17 e 18 de Julho em Saint Aignan depois de um cigano ter sido morto pela polícia), o presidente da República conseguiu desviar o debate sobre o financiamento da sua campanha eleitoral em 2007 para a questão da presença em França de ciganos e de populações migrantes: mesmo a calhar!

Com grande urgência são convocadas reuniões extraordinárias, com ministros desmotivados e já em shorts para as férias, sobre questões de carácter muito duvidoso e claramente racista. Os princípios são tornados públicos: o desmantelamento de 50% dos acampamentos ilegais de população migrante até Outubro 2010; e a perda de nacionalidade francesa para quem cometa infracções, com o consequente repatriamento manu militari para o país de origem. Como apontam inúmeras associações, estas ideias são absolutamente contra o espírito republicano e contra o artigo 1.º da constituição francesa.

O vídeo da expulsão e este debate nauseabundo acerca dos ciganos e de populações migrantes fazem-nos pensar que, pouco a pouco, as eleições presidenciais se estão a aproximar e que, mais do que nunca, deve voltar a estar na ordem do dia o tema que garantiu a eleição do actual presidente em 2007, a saber: a segurança.

Face a tudo isto, podemos dormir tranquilos, Nicolas trata de nós…






Deixe o seu Comentário