Austeridade, diz o bispo do Porto

Terça-feira, 17 Março, 2009

Segundo o bispo do Porto, que divulgava uma mensagem de Quaresma, “temos, como sociedade, de procurar uma vida mais austera”. Devemos, disse o bispo, gastar menos “de modo a que os bens cheguem para todos”. Ou seja: cada um, segundo as suas posses e disponibilidades, deve portanto contribuir como puder – os abonados esbanjando um pouco menos, os remediados cortando numa extravagância ou outra, os pobres resignando-se a partilhar cristãmente o pão. Deve ser nesta base que o senhor bispo concebe a “solidariedade activa” para com os que “não têm emprego” ou estão “em risco de o perder”.






Deixe o seu Comentário