Encerrou a Fidar

Terça-feira, 19 Agosto, 2008

Enquanto José Sócrates propagandeia o aumento de emprego, numerosas empresas vão encerrando. Desta vez foi a têxtil Fidar, em Guimarães. São mais 300 operários para o desemprego. E a fábrica encerrou sem satisfazer os seus compromissos com os trabalhadores, que deixou sem subsídios e sem férias. Entretanto, deu entrada no tribunal judicial de Guimarães um pedido de insolvência da empresa, requerido pelos operários, com vista a garantirem os seus direitos. Como precaução, os trabalhadores não arredam pé das instalações fabris. E a União dos Sindicatos de Braga vem lembrar que nos últimos meses já foram extintos cerca de 7 mil postos de trabalho na região.






Deixe o seu Comentário