Isto não é sociedade que se apresente (VI)

Sexta-feira, 8 Agosto, 2008

Uma barcaça (que para a TSF é uma “lancha”) com 120 imigrantes clandestinos, entre os quais 25 mulheres e 6 crianças, anda há três dias à deriva no Mediterrâneo, a 60 milhas da costa da Líbia, sem água nem gasolina. Vários apelos por telemóvel de um dos náufragos foram captados na ilha de Lampedusa onde se encontra um dos maiores campos de concentração para imigrantes, dos muitos existentes na Europa. Aos sobreviventes será aplicado o retorno forçado, a “directiva da vergonha” recentemente aprovada na UE. Entretanto a SIC mostrava “pacotes de férias” em Vilamoura, a 12.400 euros por pessoa/semana, com direito, entre outras coisas, a passeios em carros topo-de-gama e iates de luxo.






Deixe o seu Comentário